4 dicas para começar bem o ano e a carreira

No início do ano, muitos recém-formados tentam conseguir seu primeiro emprego em alguma agência ou tentam a carreira de freelancer. Na faculdade, aprendemos muito sobre a teoria e a prática com os softwares, que facilitam nosso trabalho no dia-a-dia, mas aprendemos muito pouco sobre como se mostrar corretamente para o mundo e ter uma posição de destaque no mercado.

Quando começamos, percebemos que há uma “disputa” entre profissionais da área para conseguir espaço no mercado e conquistar mais clientes. Muitos se sentem intimidado pela quantidade de trabalhos que um cara realiza, pela quantidade de serviços que o outro presta, mas não podemos esquecer que a quantidade e a qualidade nem sempre andam juntas. Por isso é importante saber priorizar os jobs na área em que você se sente mais a vontade para atuar.

 

I – ESPECIALIZE-SE

Especialize-se (by shutterstock)

Foto by Shutterstock

Um designer pode transitar por diversas áreas da mídia impressa e algumas da digital. Podemos trabalhar com design editorial, web design, UI/UX design, design de embalagens, ilustrações com diversas aplicações, design de superfície, branding e identidade visual, etc. Mas em qual área você se sente mais confortável trabalhando?

Especialize-se no que você já faz de melhor e/sente prazer fazendo para se qualificar, assim, não se limitará aos preços que esteja na média do mercado. As pessoas não se importarão de pagar mais caro por um trabalho de um profissional que está acima da média e que pode garantir a qualidade do projeto e que dê o diferencial que o cliente procura.

É interessante para quem quiser seguir uma carreira de freelancer, que se permita tentar mais de uma área, pois pode acabar descobrindo uma área de interesse na qual terá mais facilidade em desenvolver projetos. Por isso é recomendável uma experiência prévia em agências de design e empresas de comunicação visual.

Invista em cursos, seja eles presenciais ou onlines, conhecimento nunca é demais. Vá a palestras, participe de workshops, pois é uma ótima oportunidade de aprender e fazer contatos. É muito importante nos atualizarmos sobre a área que trabalhamos para termos um fluxo de trabalho mais constante e diminuindo as chances de sofrer com o bloqueio criativo.

 

II – PUBLIQUE SEUS TRABALHOS

shutterstock_219288070-sala7
10 FACE / Shutterstock.com

Tendo a área que deseja se aprofundar em mente, é interessante desenvolver mais conteúdo para ela. Você não precisa de uma demanda para começar a projetar, exercite o pensamento e crie demandas, inove. Publique seu material no seu portfólio, na sua página do facebook ou no seu principal meio de contato com seus clientes e mostre para as pessoas o seu trabalho.

É importante que o cliente veja os seus trabalhos e saiba qual é sua área de atuação. Pois assim você criará um nicho mais específico onde atrairá clientes buscando algo de sua especialidade e aumentará as chances de fechar um bom job.

Mantenha a fonte onde seus clientes te procuram atualizada. Se tiver uma FanPage, mantenha uma publicação frequente com seus jobs recentes para que seus clientes em potencial vejam que você é um profissional criativo e que vai atender a demanda deles.

 

III – APRENDA A DIZER NÃO

shutterstock_214547947-sala7

Foto by Shutterstock

É muito comum na área dos freelancers e de algumas empresas, aceitar todo e qualquer serviço solicitado pelo cliente. Pois temos que pagar contas para poder nos manter em atividade e, em determinadas épocas do ano, pode ocorrer de não termos uma opção de escolha. Mas não aceite todo e qualquer serviço, pois como foi dito antes: quantidade pode não ser qualidade.

Se você pegar um job por dinheiro, que não tem nada a ver com suas metas e objetivos, facilmente se incomodará com o cliente ou o projeto. Por isso, é importante filtrar e prezar sempre pela qualidade. É a qualidade dos jobs que farão você prosperar na carreira de freelancer e será o fator que afetará diretamente no preço que você vai cobrar por um job.

 

IV – PÓS VENDA

shutterstock_155285234-sala7

Foto by Shutterstock

Algumas pessoas gostam de saber que alguém se preocupa com elas, com a empresa delas. Após finalizar algum job pergunte qual foi o feedback dos consumidores do seu cliente. Pergunte se ele não precisa de mais algum serviço seu e você irá cativá-lo.

É importante ter uma boa relação com os clientes, principalmente com aqueles que te trazem bons jobs. Se você gostou de ter trabalhado com algum cliente, mande um e-mail com um agradecimento, elabore alguma peça gráfica e entregue para o cliente.