Série de fotografias mostra as cores em movimento sob as forças da natureza

O artista suíço Fabian Oefner, criou uma série de fotografias das cores em movimento sob forças da natureza e tenta voltar a nossa atenção para a beleza do mundo ao nosso redor. Com fotografia de alta velocidade, Fabian captura movimento e cores de tintas sofrendo ações de forças naturais, como vento, vibração sonora, magnetismo e força centrípeta.

“O que eu tento fazer como fotógrafo, como artista, é juntar o mundo da arte e o mundo da ciência” disse Fabian em um TED Talk. “Se temos uma imagem de uma bolha de sabão, um universo feito de pequenas gotas de tinta óleo ou tinta se movendo com a força centrípeta, estou sempre tentando juntar os dois mundos, e cada um deles responde de forma diferente ao que estar ao seu redor.”

 

Para a série “Dancing Colors”, Fabian usou uma espécie de lona sob um auto-falante potente e sob a lona despejou várias miçangas coloridas. Quando o auto-falante produz som, a vibração faz com que as miçangas pulem e formem as formas capturadas nas imagens abaixo.

fabian oefner dancing colors fabian oefner dancing colors fabian oefner dancing colors

 

Black Hole” é a série que mostra a ação da força centrípeta sob as tintas. Várias camadas de tinta acrílica foram despejadas sobre um bastão de metal conectado a uma furadeira. Quando a furadeira é ligada e o bastão gira, a força que age sob a tinta faz com que produzam as formas capturadas por Fabian:

fabian oefner black hole fabian oefner black hole fabian oefner black hole fabian oefner black hole fabian oefner black hole fabian oefner black hole

 

A série “Millefiori” é criada com uma mistura de ferrofluido com tinta a base de água posta sob um campo magnético. Ferrofluido é uma solução magnética com viscosidade semelhante a olho de motor. quando posto em um campo magnético, a solução de reorganiza, separando o ferrofluido da tinta a base de água, formando os espaços vazios entre elas. O resultado são as formas abaixo:

fabian oefner millefiori fabian oefner millefiori fabian oefner millefiori fabian oefner millefiori

 

Para “Liquid Jewels”, o artista cobriu alguns balões de festa com várias camadas de tinta e então estourou todos eles. O ar de dentro dos balões lança a tinta em várias direções, criando as forma abaixo.

fabian oefner liquid jewels fabian oefner liquid jewels fabian oefner liquid jewels fabian oefner liquid jewels

 

Em “Orchid”, o que age é a força da gravidade. Um reservatório é preenchido com diversas camadas de tinta onde a camada superficial é preta ou branca, então uma esfera é solta dentro. Com o impacto, as camadas de baixo são jogadas para cima, criando os efeitos abaixo.

fabian oefner orchid fabian oefner orchid

 

State of the Art” é o trabalho mais recente do artista, em parceria com a Ferrari. Para criar a composição o artista colocou o carro em um túnel de vento, onde a velocidade do vento supera os 240km/h, e despejou jatos de tinta de frente para o automóvel. O processo foi filmado sob luz ultra-violeta, logo as cores ficaram mais vibrantes e o carro, preto, pareceu invisível!

fabian oefner ferrari fabian oefner ferrari fabian oefner ferrari