Globotipo – A nova familia tipográfica da Globo

O estúdio Plau, um dos maiores estudios de design do Brasil e do mundo, foi o encarregado de criar a nova família tipográfica da empresa Globo. Para comemorar os 50 anos da emissora no ar, a marca passou por várias revisões de posicionamento, e com um movimento e fluxo constante da marca, seria necessário uma familia tipográfica especifica para a empresa e assim surgiu a Globotipo. Segundo a Plau, as exigências da Globo quanto o conceito da família de fontes deveria ser:

Global: carregar a voz da emissora mantendo a essência da Globoface. A fonte deveria ser a continuação da personalidade da emissora, reforçando a ideia de geometria e fluidez, proporções familiares mas não obrigatoriamente idênticas aos da Globoface.
Multiplataforma: para uso em todas as mídias e formatos presentes e futuros: tecnologias wearable, mobile, desktop, televisão, telão, realidade virtual.
Flexível: múltiplos pesos + itálico e com recursos OpenType que ampliassem as possibilidades criativas na comunicação da marca.

No total, foram 30 fontes para o uso de desktop, apps e webfontes. Com 5 variações de peso, de Thin a Black, e seus respectivos itálicos, graduando a personalidade do texto de neutro e elegante a dinâmica e simpático, com os seguintes estilos: arredondada, texto e condensada.

0*dmAt07Cen6D3715i 0*EV2eDmgaYegVufhB 0*reBGVrdReW-Q4BAQ 0*s0Yf6FNTH2CFBNSE 0*VrBmvSHwRvRQKoCq 0*Xi9aYOM0O8BFMErJ 0*yAOlsGyaDVxt9162

1*F1RSTTHjqxynkUSJ3Ll3fw@2x 1*f5CZdNISi6M2YHABmnzIVw@2x 1*6dysEM5-OQ789105wyJyOg@2x

 

 

Leia o post completo aqui, com todo o conceito da Plau. Vale muito a pena!