Dicas práticas para cuidar de suculentas

As suculentas mais uma vez ganham destaque e voltam a habitar as casas dos brasileiros. O seu formato compacto ocupando pouco espaço e o seu charme na decoração, além do fácil cultivo, faz com que muitos passem a adotar estas pequenas espécies dentro de casa, mas fique atento, porque apesar de exigir um cuidado menor, isso não quer dizer que ela não precise de atenção. Neste post reunimos algumas dicas para que a sua suculenta tenha uma vida longa e próspera.

Rega
A rega é a maior dúvida de quem cuida de suculentas. Elas são plantas adaptadas a ambientes com pouca água por serem plantas originadas de locais secos como o deserto, então as suas folhas, caules e raízes reterão a água das chuvas para os dias de seca, por isso você deve ter atenção na hora da rega. O ideal é molhar apenas a terra e evitar que ela fique encharcada.

Cuidado quando for usar um pulverizador porque ele pode encharcar demais a folhagem. Uma boa forma de checar pra saber se já é tempo de regar novamente é colocar um palito ou o dedo na terra e se ele vier sem nenhuma terra grudada, quer dizer que ela está seca novamente e apta a receber a rega. A grosso modo a rega deve ser feita uma ou duas vezes na semana, porém isso muda no inverno para alguns regiões do nosso país.

Luminosidade
O segredo é deixar perto da janela para receber um pouco de sol. Não tem jeito, elas precisam de um pouco luz natural, não adianta deixar em local de muita sombra, na mesa do seu escritório, cozinha, banheiro, etc.

E se eu não fizer isso? Bem, se a sua suculenta não receber a quantidade ideal de luz natural, pode acontecer o estiolamento: ela ficará comprida, com folhas bem espalhadas e distantes umas das outras, perdendo o seu charme e aquele aspecto compacto, pequeno. Ela ficará torta pois estará procurando mais luz, então se a sua planta já está assim não ignore este sinal, ela esta implorando! hehe.

Adubo
Além do cuidado com a rega e a luz natural, nossas queridas suculentas precisam de nutrientes, e por serem plantas desérticas que necessitam de sol, elas precisam de cálcio. Existem dois tipos de adubos, o orgânico e o químico. O orgânico pode ser húmus de minhoca, cascas de ovo trituradas, folhas, esterco e alguns outros, já o químico é vendido em lojas e o mais conhecido é o NPK (Nitrogênio – Fósforo – Potássio) que irá fornecer os três principais nutrientes para a planta, é só prestar atenção nas recomendações do fabricante.

Preparo do vaso
Um dos passos mais importantes antes de colocar a sua suculenta no vaso é saber como prepará-lo para receber a planta, não adianta apenas socar terra, é preciso atenção e alguns cuidado simples, pois a drenagem é essencial.

Não coloque apenas terra, faça uma mistura com areia. Algumas pessoas colocam meio a meio, é bom fazer um mix de solo (lembra que ela é desértica e gosta de uma terra mais leve). Existe uma estrutura indicada, é a seguinte:

– Uma camada de pedra, pode ser seixo, brita, argila expandida, ela vai impedir que a terra escape pelo furo do vaso

– Coloque por cima uma manta de jardinagem chamada manta de bidim, ela irá fazer o papel de filtro

– E por último coloque a terra misturada com algum composto orgânico e areia.

Raiz apodreceu: Isso acontece quando há um excesso de água e provavelmente a drenagem do vaso não está bem feita. O ideal é que o seu vaso tenha um furo na parte de baixo, facilitando o escoamento da água evitando que ela acumule e crie um ambiente úmido.

Essas foram apenas algumas dicas para o cuidado com a sua planta, são poucos porém essenciais para ela, e se você ainda não tem uma suculenta na sua casa, esta é uma ótima oportunidade. ;)